Valor agregado

Esse ano fiz um exercício muito legal agora no Natal: eu realmente me esforcei muito pra acertar os presentes que dei.

Foram poucas as pessoas que presenteei, somente aquelas que realmente tem parte significativa no meu dia a dia.

Também não estou falando de valores astronômicos.

Não.

Quis dizer que realmente parei e pensei no que aquela pessoa gostaria de ganhar, o que combinaria com ela, o que faria seus olhos brilharem, e comprei tudo com antecedência.

Em anos pretéritos também dei presentes bacanas. Mas não se trata disso. Foi de enxergar cada pessoa, prestar atenção em alguma coisa que ela disse que gostaria de ter ou comprar, ou saber exatamente o que casaria com ela.

Foi tão gratificante, mas tão gratificante ver a alegria e a satisfação dos meus presenteados que foi como se eu também estivesse ganhando um presente naquele momento.

Os presentes que ganhei também tinham esse traço, de quem me presenteou me dizer que viu aquele objeto e lembrou de mim, achou a minha cara. Como de fato foi.

Pra mim isso agregou um valor inestimável ao que ganhei, assim como sei que também agregou um valor inestimável àquilo que dei.

Louca pra repetir a experiência no próximo ano.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s