Chás e Temperos

Tomei por aí um chá maravilhoso da Twinings, de limão e framboesa.

Como boa aficcionada por chá que sou, obviamente que já comecei a ir atrás do tal do chá, lançamento.

E foi então que descobri a Loja Sensis, especializada em chás, temperos, especiarias…

Minhas compras chegaram hoje pelo correio, muito bem embaladas.


E ganhei dois saquinhos de outros chás, que não estão aparecendo aqui.

Como fica evidente pela foto, eu realmente gosto de chá, e consumo ainda mais nesse frio que faz aqui no sul no inverno. 

E também curto muito fazer uma comidinha temperada. 

Gostei desses temperos porque eles são sem sódio. Estou sempre procurando temperos sem sódio.

Esse sal rosa do Himalaia já com ervas finas é show. Excelente pra temperar saladas e abobrinha e berinjela no forno. 

Pra quem é fã dessas delícias, essa loja virtual é o lugar certo.

Anúncios

Arroz com leite de coco

Quero compartilhar uma receitinha das minhas incursões gastronômicas que vem fazendo sucesso em casa: o arroz com leite de coco.

Você vai precisar de:

600 ml de leite de coco;

300 ml de água;

2 colheres de chá de sal; e 

276 gramas de arroz tipo jasmine.

É super fácil de fazer. Basta colocar a água e o leite de coco para ferver, já com o sal. Quando ferver, acrescenta o arroz, dá uma mexida e aguarda vinte minutos, com a panela semi tampada. E está pronto!

Depois que desliga a panela tem que fechá-la e dar mais cinco minutinhos.

Na primeira vez que eu fiz fiquei meio assim, porque não fica um arroz bem sequinho. Ele parece meio empapadinho. Mas não chega a ficar com a textura de um risoto. É por causa do leite de coco. Fica uma delícia, foi bobagem minha.

Vale a pena fazer. É uma boa forma de dar uma renovada nesse prato básico. Fica perfeito no almoço de domingo, por exemplo.

Bendita Horta

Hoje foi dia de almoçar com amigas em um lugar que fazia um tempão que eu queria conhecer: o Bendita Horta.

É um misto de mercado de orgânicos e produtos sem glúten e sem lactose e um bistrot funcional.

O bistrot conta com um prato do dia e um buffet  de saladas orgânicas. E também tem alguns pratos bacanas; lembro de ter visto tapioca e omelete no cardápio.

O prato de hoje era um filé de tilápia grelhado com molho de moqueca e alga hijiki com mix de arroz vermelho integral e chips de banana verde. Tirei aí do Instagram do Bendita:

  
E olha, estava muito bom. Pela cara dá pra ver:

  
Tudo delícia. Limpei o prato.

A porção é legal; até porque tem o buffet de saladas, que é bem variado. E não dá pra resistir, tem que provar uma sobremesa natureba e orgânica.

Escolhi o sorvete orgânico de banana com brownie de chocolate e castanha.

Sendo bem honesta, escolhi pelo sorvete, porque não sou muito de brownie; mas com o sorvete fica uma combinação show.

O sorvete meio que lembra o que faço em casa com banana congelada, quando não quero perder a banana que está amadurecendo demais. Mas só lembra, rsrs.

  
A porção é bem generosa, viu.

O gostoso é sair do almoço e furungar no mercado.

Comprei esse óleo de coco e palma em spray, que só tinha visto na internet:

  
E eu sou fissurada por temperos. Então comprei esse de ervas e alho, sem sal:

  
E uns chips de aipim e de banana verde (os que vieram com o peixe, de banana, estavam fantásticos):

   
 
Mas tem de tudo. Chocolate, tapioca, pão, laticínios, frutas, verduras, legumes, bolachas, lanchinhos…

Lugar pra voltar… E sem pressa…

Fica na Rua Silva Jardim, 344, Porto Alegre.

Tapioca Porção Certa e Granola Grano Square

Dois produtos que têm sido meus aliados na alimentação sem glúten: a tapioca e a granola.

Eu nunca acertei muito bem a tapioca. Mas com essa Porção Certa, da Uni Alimentos, em porções individuais e já hidratada, não tem como errar. Agora até consigo dobrar a tapioca, o que sempre dava errado antes…

  
E a minha outra parceira é a granola Grano Square. Vegana, sem glúten, crocante, com passas, castanhas, coco em lascas… É uma delícia. 

  
Depois de experimentar essa granola é difícil comer outras.

O único elemento indigesto é o preço, beeem salgado.

Não sei explicar bem, mas eu tenho que variar mais os alimentos sem glúten, meu paladar “cansa” deles mais rápido. Mas como sou intolerante, o negócio então é variar mesmo, porque não dá pra comer coisas com glúten. Até porque minha rinite praticamente morreu sem ser alimentada por ele (favorece os processos inflamatórios), e mesmo que pudesse comê-lo não o faria, porque não quero voltar a ser um bicho que vive fungando o tempo inteiro…

Mas mesmo que você possa comer glúten, recomendo esses produtos, que de fato são muito saborosos.

A tapioca compro no Zaffari. A granola, no Mercado Brasco.

Ana Monteiro Alimentos

Para os intolerantes a glúten e lactose de Porto Alegre e arredores a minha dica é a Ana Monteiro Alimentos.

Conheci-a através do aplicativo Roubadinhas, sobre o qual já falei no blog; que congrega delícias de terceiros e oferece-os com desconto.
O meu pedido foi o combo quiche de frango e torta preto no branco, de coco com chocolate.

Não lembrei de fazer foto da torta doce.
E essas outras fotos localizei na internet:

Então tive oportunidade de conversar com a própria Ana, que me contou que desenvolveu as delícias quando se descobriu intolerante à lactose, ao ovo e ao glúten e não encontrava coisas gostosas para comer.
Uma amiga começou a vendê-los e daí profissionalizar a produção foi uma consequencia natural, pois os pedidos começaram a aparecer.
No site é possível ver as opções doces e salgadas. Os que quero provar na sequência são a torta Branca de Neve, com leite condensado com limão e cobertura de merengue italiano; e a Delícia de Coco, que é uma casquinha crocante de coco recheada com creme de ovos. Ah, e o Pão Mineiro, que é parecido com pão de queijo, que eu amo!!!!
Há opções para todos os gostos. Cupcakes, muffins, brownie, mousse, tortas salgadas, cremes… E kits festa, com torta, doces e salgados.

Gerblé Wafer = KitKat

Seguindo a minha vida sem glúten, resolvi experimentar hoje o wafer com chocolate da Gerblé:

Gente, é igualzinho ao KitKat!!!!!

Sempre curti KitKat…
Então pra de vez em quando tenho um chocolatinho garantido.
O preço é meio salgado, mas vem cinco pacotinhos dentro da embalagem. Vale a pena para vez ou outra.
Achei no Zaffari.

Le Petit Macarons

Para os intolerantes ao glúten e celíacos de Porto Alegre e Bento Gonçalves (certamente apenas por enquanto), dica de doce maravilhoso: os macarons da Le Petit Macarons.

         

Falando a verdade, desde que descobri que sou intolerante ao glúten e minha nutróloga mandou cortá-lo da dieta não presto muita atenção a bolos, pães e afins.
Logo, quando passei na frente do quiosque da Le Petit no Shopping Iguatemi só registrei no subconsciente. 
E no dia seguinte minha amiga Fernanda Ferla me presenteou com um macaron de lá, porque ELES SÃO LIVRES DE GLÚTEN!!!!!!! (momento fogos de artifício)
                                   

Fico muito feliz quando posso colocar na minha listinha mais produtos que posso comer tranquila.
Bom, minha análise do macaron: perfeito!!! Com aquela casquinha por fora e fofinho por dentro, bem delicado. O recheio era de Nutella, bem cremoso. Iguaria pra saborear.
Agora que eu já sei que tenho onde buscar um docinho vez por outra chega a ser confuso sobre quais escolher, porque cada um parece mais delicioso que o outro. Chocolate com manjericão, caramelo com flor de sal, cabernet sauvignon, lavanda… São trinta e cinco sabores. Ou seja, comendo um por dia leva mais de um mês para experimentar todos…